Viajar de graça, nem que seja num liquidificador que voa

Viajar de graça é o sonho de muita gente. Pois isso, no Brasil, é possível. Para tal, basta ligar para a sede do Correio Aéreo Nacional (CAN) do aeroporto mais próximo e dizer que quer se inscrever para uma das viagens. Eles geralmente ligam na véspera avisando qual o destino. É aquela coisa: “ó, tem lugar para ir amanhã para tal cidade”. Os voos são feitos em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Ou seja, a probabilidade de pegar um teco-teco ou um sucatão é grande. E no meu caso foi o segundo. Na ocasião, me ligaram na noite da véspera do voo, dizendo que havia um lugar no avião que sairia no dia seguinte para o Rio de Janeiro, cidade onde na época uma irmã minha estava morando. Eu, de férias, fui, né? Cheguei por volta do meio-dia no aeroporto de Salvador e espero uma hora, espero duas horas, espero três horas… O avião foi sair lá pro fim da tarde, mas OK, não estava pagando mesmo. O drama: o avião era um idossééérrimo Boeing-707. Lá dentro, um forno — o ar só foi ligado depois da decolagem. E a cabine de passageiros era “crua”, não havia os bins (bagageiros em cima das poltronas) nem o forro do teto. Visão do inferno para um panicado. Acontece que a amiga que estava comigo era mais panicada que eu — e o pior cenário seria duas pessoas GRITANDO ali. Na hora da decolagem, o avião se tremia todo, o barulho era infernal, as quatro turbinas pareciam metralhadoras. Minha amiga: “esse avião é seguro”?  Eu resolvi fazer a egípcia com aquela situação: “Super seguro”. Tolinha... Mal sabia que eu estava morrendo por dentro. Provavelmente estava tudo ok, sim, no quesito segurança (beijo, aviões da FAB, desculpem qualquer coisa) — tanto que cheguei inteiro ao meu destino. A minha mente panicada que acaba indo a mil nessas horas mesmo.

 
 É como eu vejo... Desculpa. Põe na conta do meu medo de voar

É como eu vejo... Desculpa. Põe na conta do meu medo de voar

 

Quer uma aventura assim pra chamar de sua, viajar de graça e seja o que Deus quiser? Seguem abaixo mais informações sobre como viajar em aeronaves da FAB!

 

Perguntas frequentes

 

É possível viajar em uma aeronave da FAB?

É possível sim, em território nacional, por meio de inscrição no Correio Aéreo Nacional (CAN) da localidade onde se deseja embarcar. Entretanto, a viagem está condicionada à disponibilidade de vagas e de aeronave com destino ao lugar requerido. Para mais informações, entre em contato com uma das seguintes unidades:

  • Região Sul:

Canoas/RS - (51) 3462-5166

Florianópolis/SC - (48) 3229-5021

Santa Maria/RS - (55) 3220-3309

 

  • Região Sudeste:

Pirassununga/SP - (19) 3565-7025 / 3565-7205

Rio de Janeiro/RJ – (21) 2138-4020 / 2138-4215 / 2138-4212

São Paulo/SP - (11) 2465-2038 / 2465-2039

 

  • Região Centro-Oeste:

Brasília/DF - (61) 3365-1002

Campo Grande/MS - (67) 3368-3126

 

  • Região Norte:

Belém/PA - (91) 3182-9327

Boa Vista/RR - (95) 4009-1036

Manaus/AM - (92) 2129-1729

Porto Velho/RO - (69) 3211-9722 / 3211-9725

 

  • Região Nordeste:

Fortaleza/CE - (85) 3216-3195

Natal/RN - (84) 3644-7135 / 3644-7136

Recife/PE - (81) 3322-4182 / 3461-7653

Salvador/BA - (71) 3377-8225

 

Existe um prazo ou tempo determinado para solicitar uma vaga em aeronave da FAB?

Certamente, a solicitação deve ser realizada com antecedência, em coordenação com o posto CAN mais próximo de sua residência. No entanto, a viagem está condicionada à disponibilidade de vagas e de aeronaves com destino ao local requerido.

 

Preciso pagar para viajar em aeronaves da FAB?
Não. Normalmente, a viagem ocorre em aproveitamento de alguma missão previamente planejada e o embarque de passageiros não representa custo algum.

 

Quantas vezes posso viajar?
Não há limite imposto para usar as aeronaves da FAB. A viagem está condicionada apenas à disponibilidade de vagas e de aeronave com destino ao lugar requerido.

 

Tenho um familiar doente, posso contar com o auxílio da FAB para levá-lo para uma localidade que ofereça melhores condições de atendimento médico?
Essas missões, também conhecidas como Missões de Misericórdia podem ser solicitadas via prévio contato com o SALVAERO - BRASÍLIA. Este órgão envia ao solicitante um formulário o qual deve ser preenchido e encaminhado de volta ao próprio SALVAERO.

* SERVIÇO DE BUSCA E SALVAMENTO – SALVAERO: Tel: (61) 3365-1212 

 

Fonte: site da Força Aérea Brasileira