O breve piripaque do rivotravel

E quem diria que o pânico de voar teria como vítima o próprio rivotravel, site que nasceu, entre outros motivos, como forma de expurgar os meus (e seus) fantasmas em relação ao medo de avião? Explico: estava prevista para agora o início da segunda fase deste projeto, que traria mais conteúdo em vídeo, viagens, relatos de voo, entrevistas etc. Fui até convidado por uma psicóloga de Curitiba (PR) a participar de um curso voltado para panicados, que inclui um simulador de voo, e que certamente renderia um bom material de texto e imagens. Mas quem disse que eu tive coragem de topar, de entrar no avião para ir até lá? Moro em Salvador, milhas e milhas distantes da capital curitibana. Ou seja, só de avião para chegar lá mesmo.

Pela simples impossibilidade de dar passos adiante por causa da bendita fobia, o rivotravel passou um período de crise nas últimas semanas, mas estou empenhado em superar isso para poder tocar o site pra frente do modo que planejamos. A ideia é começar a fazer viagens pelo Brasil usando o sistema de gratuidade dos voos operados pelo Correio Aéreo Nacional (CAN) — eu já escrevi sobre isso aqui no site. Mas além do medo de voar, que sempre tenho antes de qualquer embarque, há ainda um agravante: os aviões do CAN não são lá muito novos, e muitos são de hélice (fato que me mata de medo só de pensar). Sei que, friamente, não há razão para meu medo, que aviões mais antigos, se bem conservados e com manutenção em dia, são tão seguros quanto os que acabaram de sair da fábrica. Além disso, aviões movidos a hélice oferecem o mesmo padrão de segurança que os equipamentos a jato (se bem que quanto menor o avião, maior a instabilidade em zonas de turbulência. Nesse caso os aviões pequenos, movidos a hélice, ganham pontos no meu ranking pessoal de aparelhos a serem evitados). Mas fazer o quê? Os medos geralmente são irracionais e frutos da mente inventiva de um ser atormentado.

 
Demos uma sumida, mas já fomos encontrados! Um tanto quanto abalados ainda... vai ficar tudo bem!

Demos uma sumida, mas já fomos encontrados! Um tanto quanto abalados ainda... vai ficar tudo bem!

 

Estou tomando coragem! Juro que estou! Não vou deitar pra esse pânico véio besta não! Digo isto já suando — quem é panicado sabe do que eu estou falando —, mas se é pro bem do rivotravel e de seus leitores, digo ao povo que vou (de avião). Não sei ainda quando e nem pra onde, mas vou... Socorro!

Rivorivotravel1 Comment